Pedro Melo's Blog

Oi! Bem-vindos ao meu blog! O meu nome é Pedro e sou Professor do 3 Ciclo/Ensino Secundário (Ciências Naturais; Biologia e Geologia. Aqui vou deixar alguns comentários, noticias ou trabalhos. Fiquem atentos!!! Espero que gostem! Pedro.

sábado, junho 10, 2006

Deep Blue


Quando tudo se une
E já nada separa
À luz imune
Surge o azul que nos ampara

(o magnifico poema é um presente de uma amiga )

 Posted by Picasa

11 Comentários:

Blogger Pedro Melo disse...

Parece estranho comentar o meu blog mas...
Só um muito obrigado à amiga que fez este poema para a foto!

Gostei muito!

1:58 da manhã  
Anonymous Xana disse...

Ampara-nos,aconchega-nos,proporciona o estonteante voo do imaginário...
Onde ninguém nos detem,onde as cores suaves se misturam com as carregadas dos sonhos...
Toda esta junção eleva um magnifico sorriso e uma sensação de paz... De encontro com o nosso proprio Eu!
Parabéns está divinal.

2:45 da manhã  
Anonymous Magnânima Rainha disse...

Ouço o murmúrio suave das ondas. Estão indecisas:
não sabem se vão ou se vêm!
Vão e vêm...
Vêm e vão...
numa eterna partida
e num eterno retorno.

Adoro a foto.

10:29 da tarde  
Anonymous ML disse...

Gosto do azul,
gosto da calma...
que me inspira,
gosto de sentir na alma
a paz de uma despedida!

3:24 da manhã  
Blogger Menina_marota disse...

O mar que avisto da janela tem essa beleza...
que alenta
que envolve
que acalma..

Gostei de aqui estar... foi belo o passeio ;)

9:11 da manhã  
Blogger AmigaTeatro disse...

:)

4:48 da tarde  
Anonymous Alexandra disse...

Oi,

mais um olhar maravilhoso, desta vez bem azul e calmo... associado a estas palavras tão lindas...

Obrigado por este bocadinho!

Beijokas

Ps. Quando puderes passa pelo meu canto. Não precisas comentar se não quiseres ;)

11:36 da tarde  
Blogger Joana disse...

Azul e mar... a combinação perfeita!

11:40 da tarde  
Blogger Isa&Luis disse...

Olá,

e aqui tá a calmaria que tanto precisamos para fugir do stress da cidade.

Obrigada pelo momento!

beijinhos

Isa

10:49 da manhã  
Blogger fada do lago disse...

Pedro

Saltei por cima do post do pôr do sol e do silencio ...


Todas as imagens são lindissimas e de grande qualidade.

O poema da tua amiga revela bom gosto ... parece que somos muitas a gostar de azul...

bjs

3:10 da manhã  
Blogger Isabel José António disse...

Quando tudo se une
E já nada separa
à luz imune
Surge o azul que nos ampara

Quando conseguimos
sentir dentro de nosso SER
Concerteza já vimos
Que somos UM a querer VER

E surge a ténue linha
Que separa e não separa
É lá que nossa alma se aninha
Que o tal azul nos ampara

E podemos ir e vir, voar
entre esses dois portos seguros
repousar, ganhar forças, sonhar
Para preparar outros voos puros


Muito bonito o poema e a foto. Parabéns à amiga e a ti pela foto.

Um abraço

José António

9:18 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial